O teatro musical foi criado sob a influência das operetas francesas do século XVIII e também das burlettas (breve Ópera cômica). Os primeiros musicais a atingirem popularidade foram as comédias românticas de Johan Strauss II e as obras satíricas de Jaques Offenbach, que traziam canções irônicas muito populares.
Na América, no século XIX, o teatro musical começou a ganhar forma e caminhou para o que conhecemos hoje.

O carro chefe dos musicais passou a ser suas histórias. Sua função era desenvolver narrativas dramáticas e verdadeiras, baseando-se na história e na literatura, como é o caso dos famosos espetáculos, “Cats”(1981), inspirado pelos poemas de T. S. Eliot, e “The Phantom of the Opera”(1986), baseado no romance clássico do escritor francês Gaston Leroux.

A narrativa passa a ser construída pelos diálogos falados e cantados, a música de ópera que dá lugar, em alguns casos, para as músicas mais populares coreografadas e interpretadas nas cenas, consolidando um estilo de espetáculo que combina três formas de arte: música, dança e teatro.

Você sabia que a Artisan Ballet tem curso de Teatro Musical?
Conheça: Teatro Musical na Artisan Ballet

O que é a Broadway?


Créditos: imagem retirada do site Geezbee travel


A Broadway fica localizada em Nova York e abriga cerca de 40 teatros espalhados entre as ruas que cortam Manhattan Street. Após sofrer com a consolidação do cinema falado e com a crise de 1929 nos Estados Unidos, a Broadway se afirmou e foi uma das responsáveis por dar visibilidade ao teatro musical profissional e elevar o nível da arte.

As produções de sucesso são datadas de 1940 à 1970, incluindo: "Oklahoma!" (1943), "Carousel" (1945), "My Fair Lady" (1956), "West Side Story" (1957), "The Sound Of Music" (no Brasil A noviça Rebelde) (1956), "Hello, Dolly!" (1964), "Hair" (1968), "Chicago" (1975). E não parou por aí, até hoje a Broadway é uma das responsáveis por grandes produções de teatro musical e seus espetáculos são adaptados em outras cidades e até em outros países.

Curiosidade: As produções de teatro musical que ficaram mais tempo em cartaz na Broadway foram: "The Phantom of the Opera" (1986) com 12.991 performances e "Chicago" (1975) com 9.315 performances.

 

Relembre ou conheça:

Assista um trecho de O Fantasma da Ópera
Assista um trecho de Chicago


E como o teatro musical chega no Brasil?

No Brasil, o teatro musical chega como “Teatro de Revista” no fim do século XIX. Aqui se tinha influência francesa, mas foi possível criar uma identidade nacional que revelou diversos artistas talentosos como: Carmem Miranda, Suzy King, Dercy Gonçalves, Virginia Lane, entre outros.

Em 1960, o teatro de revista foi substituído pelos grandiosos espetáculos internacionais da Broadway com adaptações brasileiras. A primeira delas  foi o musical “My fair Lady” (1956) traduzido para “Minha querida Lady” protagonizado por Bibi Ferreira e Paulo Autran. Em paralelo, também aconteciam produções nacionais como: “Brasil - Versão Brasileira” (1962), “Chica da Silva”(1963), “Morte e vida Severina” (1965), "A moreninha" (1969), "Gota d’água" (1975), "Ópera do Malandro” (1978).

Até hoje, as produções de teatro musical no Brasil se dividem entre espetáculos internacionais com adaptações e produções originais de grande sucesso.
 

Relembre ou conheça:

Ouça um trecho de Bibi Ferreira em “Minha querida Lady”
Cazuza - Pro Dia Nascer Feliz, O Musical  

O sucesso chega aos cinemas

O gênero fez tanto sucesso que conquistou espaço nas telonas do cinema e também nas telinhas da televisão. O início do cinema sonoro influenciou a chegada do gênero musical nas telonas. O primeiro filme foi “The Jazz Singer” (O cantor de Jazz) criado por Alan Crosland e lançado em 1927.

O gênero, apesar de dividir o público entre os que amavam e odiavam, fez sucesso com grandes produções que são lembradas até hoje como: "Cantando na chuva" (1952), "A noviça Rebelde" (1965), "Grease" (1978).

Entre filmes inéditos e adaptações do teatro musical, as produções do cinema musical estão presentes nos dias atuais com grandes sucessos como: "Mamma Mia!" (2008), "La la land" (2016), "Cats" (2019) e outros.

Curiosidade: Em 2017,o filme de gênero musical "La la land" do diretor Damien Chazelle foi indicado para receber o Oscar em 13 categorias e foi premiado em 6, entre elas melhor diretor e melhor atriz para Emma Stone.
 

Relembre ou conheça:

O cantor de Jazz
La la land

Na televisão, o teatro musical foi apresentado pelas telenovelas. Chiquititas, telenovela Argentina de 1975 abriu espaço para o gênero no Brasil. Voltada para o público infanto-juvenil, foi adaptada para uma versão brasileira em 1997 onde foi exibida até 2001, com o total de 5 temporadas, e foi um verdadeiro sucesso. Em 2013, Chiquititas voltou ao ar, onde permaneceu por mais dois anos, contando com canções clássicas e integrou outras canções inéditas.

Mas não foi só essa. Outras novelas voltadas para o público adolescente e adulto também ganharam espaço nas telinhas. Entre adaptações e criações brasileiras estão: "Floribella" (2005), "Rebelde Brasil" (2011), "Cheias de Charme" (2012).

Relembre ou conheça:

Chiquititas (1997) / Chiquititas (2013)
Floribella
Cheias de charme


Para quem gostou de conhecer brevemente a história do Teatro Musical e quer se aprofundar ainda mais sobre o assunto, deixamos aqui um documentário: Da Broadway aos Palcos do Brasil

Ficou curioso para aprender e arrasar nos palcos cantando, dançando e atuando?
Conheça nosso curso: Teatro Musical na Artisan Ballet



Apoio de conteúdo:
 Origens e evolução  Como surgiu o teatro musical  / Gênero Musical no cinema  / Broadway  / História da Broadway / Teatro de Revista  / Telenovela Chiquititas